“Vamos a Portimão para ganhar. Queremos começar o ano a ganhar. Sabemos que temos um adversário que se vai apresentar com uma boa dinâmica, com Jackson [Martínez] e Nakajima, e que pressiona bem. Vamos ter um adversário difícil”, disse Rui Vitória, que falava, no Seixal, na antevisão do jogo de quarta-feira.

O treinador considera que o Portimonense, 12.º classificado, “está a fazer um bom campeonato” e “possui excelentes jogadores do ponto de vista técnico”, pelo que o Benfica, segundo da tabela, a quatro pontos do líder FC Porto, terá de o interpretar muito bem, “mas sem mudar em nada a sua visão de jogo”.

“O Benfica terá de se apresentar com uma grande concentração e uma enorme dose de humildade, características dos campeões, pois do outro lado estão jogadores de valia”, considerou Rui Vitória.

Ainda de acordo com o treinador, o Benfica terá de ser “uma equipa concentrada, humilde e trabalhadora” e, coletivamente, “uma equipa agressiva e que consiga controlar a qualidade técnica do adversário” para poder alcançar a sexta vitória seguida na Liga.

Para conseguir esses objetivos, Rui Vitória sustentou que a formação ‘encarnada’ terá que recorrer “a várias ‘nuances’ táticas do ponto de vista ofensivo, para que o adversário não consiga estabilizar, e atacar de várias formas”.

“Vai ser um jogo interessante de seguir, mas que nós queremos ganhar”, acrescentou Rui Vitória, minimizando as diferentes ‘caras’ da equipa, como a da goleada ao Sporting de Braga (6-2), para o campeonato, e a do empate com o Desportivo das Aves (1-1), para a Taça da Liga, considerando-os como momentos normais em todas as equipas.

“O que queremos é procurar fazer sempre bem as coisas, jogar e ganhar jogando bem. Quando houver alguma dúvida em relação a isso, a equipa tem que ser concentrada, pragmática e objetiva, porque o importante é somar pontos”, explicou Rui Vitória”, considerando que a equipa tem qualidade e que esta vai aparecendo.

Rui Vitória, em jeito de desejos para 2019, algo que confessa ser uma questão mais pessoal, aos quais dedica os habituais pedidos de saúde e bem-estar para a família, pretende que o ano seja de reconquistas dos vários tipos e, acima de tudo, quer começar a vencer em casa do Portimonense.

Em relação a possíveis reforços na janela de transferências de inverno, o treinador ‘encarnado’ assegura que não está a pensar no assunto e que “apenas serão feitos reajustes” caso se verifiquem saídas de jogadores e eventuais entradas.

“Não serão alterações de grande significado em termos numéricos. Serão pontuais. Ajustes para que o plantel fique como eu quero”, acrescentou Rui Vitória, que afastou ainda a hipótese de gerir o plantel, do ponto de vista físico, face ao intervalo de quatro dias entre os jogos com Portimonense e Rio Ave.

O encontro no Estádio Municipal de Portimão tem início às 20:15 de quarta-feira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.