O valor, já referido na imprensa desportiva de hoje, resultou da diferença entre os 13 milhões de euros obtidos em vendas de jogadores e os 12 milhões de gastos relativos à compra de passes de jogadores, soube a Lusa pela mesma fonte, apesar de não ter tido acesso ao Relatório e Contas, que vai ser votado na quinta-feira, em Assembleia Geral de acionistas.

O lucro obtido pela SAD vimaranense, constituída em 10 de abril de 2013, diminuiu face à época 2016/17 (2,79 milhões de euros), mas valeu o quarto exercício consecutivo com resultados positivos, depois dos 1,25 milhões, de 2014/15, e dos 364.000 euros, de 2015/16.

Esse resultado permitiu ainda a subida do capital próprio da SAD dos 2,26 milhões de euros para um valor a rondar os três milhões, revelou a mesma fonte.

O investimento de 12 milhões de euros em passes de jogadores motivou, segundo a mesma fonte, um aumento do passivo da SAD na ordem dos 77%, dos 13 para os 23 milhões, e uma subida semelhante no ativo (73%), dos 15 para os 26 milhões.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.