Parece mentira, mas é verdade. Macaulay Culkin fez quarenta anos esta quarta-feira. E foi o próprio que lembrou o mundo disso numa publicação no Twitter. "Olá, malta. Querem sentir-se velhos? Tenho 40. Não têm de quê", escreveu.

Depois de várias pessoas comentaram a publicação de Macaulay Culkin, o ator fez uma atualização do seu comentário nas redes sociais. "É a minha prenda ao mundo: Eu faço as pessoas sentirem-se velhas. Já não sou um miúdo, esse é o meu trabalho", disse.

Revelando um sentir de humor apurado, também brincou ao tomar o marco como uma oportunidade para se reinventar.

"Já que agora tenho 40, penso que é tempo de começar a minha crise de meia idade. Estou a pensar em começar a fazer surf. Têm alguma sugestão?", brincou o ator, para depois pedir aos seus seguidores que pegassem no Photoshop, programa de edição de imagem, e colocassem a sua cara em cima de uma prancha. Como seria de esperar, não demorou até que acedessem ao seu pedido — e indo mais além.

Para as gerações mais novas, a notícia até pode não trazer grande choque — afinal, o filme é de 1990. Mas para todos aqueles que cresceram a ver as aventuras de Kevin McCallister e a sua família, especialmente em período natalício, é algo que custa a acreditar.

Assim como a maioria dos fãs lembra-se dos seus trabalhos durante a sua infância, mas também que a carreira não foi aquela que muitos pensavam que seria devido a problemas fora do grande ecrã. Porém, não esteve sempre parado, uma vez que até emprestou a voz à série "Robot Chicken" (2005-2010). Em 2006, publicou um romance mais ou menos biográfico, a que deu o nome de "Junior". 

Posteriormente, se bem que existem vários "Sozinho em Casa", Culkin regressou apenas para o segundo filme, "Perdido em Nova Iorque", lançado em 1992 — aquele em que Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, tem uma pequena participação. 

Ou seja, o ator não participou nas sequelas: "Sozinho em Casa 3" (1997), "Sozinho em Casa 4: Regresso a Casa" (2002) e "Sozinho em Casa 5 (2012), sendo que estes dois últimos filmes estrearam na televisão. 

Todavia, Culkin voltou ao papel de McCallister num anúncio da assistente da Google, em 2018. O anúncio seguiu um enredo semelhante ao da comédia de Natal, com Culkin a acordar sozinho numa casa vazia — mas com assistente a fazer companhia, claro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.