“Como os navios e marinheiros ucranianos não foram devolvidos à Ucrânia pela Rússia, decidi que seria melhor para todos cancelar a minha reunião previamente agendada para a Argentina com o Presidente Vladimir Putin”, escreveu na rede social Twitter Donald Trump, após descolar da Casa Branca no Air Force One, em direção de Buenos Aires.

As agências noticiosas russas, contudo, dizem que o Kremlin ainda não foi notificado de qualquer cancelamento.

“Estou ansioso por uma nova cimeira construtiva (com Putin), logo que a situação esteja resolvida”, concluiu Donald Trump, num outro ‘tweet’.

No domingo, três navios de guerra ucranianos foram apresados, depois de ter sido alvejados, no estreito de Kerch.

A Rússia considera que os navios estavam em águas russas e que resistiram à ação da guarda costeira.
Na versão da Ucrânia, os navios estavam em águas neutras e foram atacados pelas forças russas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.