Hoje não falamos de Pulisic, Morata, Higuaín ou Fàbregas. As principais histórias do mercado de transferências de inverno, antes do seu último dia, já aqui foram contadas pelo Tomás Gomes. Não, hoje é tempo de olhar para as últimas 24 horas desta janela de transações futebolísticas, onde as surpresas foram poucas e o entusiasmo dos adeptos de futebol espalhados pela Europa se manteve ameno.

Atenção, isto não significa que no rol de transferências hoje ocorridas não existam nomes que possam ser decisivos nas suas equipas. Lembremo-nos de Nuno Assis, Adriano Louzada ou do trio André Cruz, César Prates e Mbo Mpenza – nomes que não fizeram ninguém abrir garrafas de espumante mas que foram decisivos nas respetivas equipas para a conquista de títulos.

Talvez esse não seja o caso de Jean-Clair Todibo, jovem francês que pode atuar a defesa-central ou a médio-defensivo e que o Barcelona já tinha garantido para a próxima época, que acaba por chegar aos Culés mais cedo que o previsto (já em janeiro, portanto) para ajudar os comandados de Valverde a conquistar as competições em que estão inseridos: La Liga, Taça do Rei e Liga dos Campeões.

Os blaugrana contrataram também Emerson, mas aqui a pressa não era tanta – até ver, Nélson Semedo e Sergi Roberto dão conta do recado que é o lado direito da defesa barcelonista –, pelo que o lateral brasileiro foi desde logo emprestado ao Bétis de Sevilha de William Carvalho até final da época.

Na mesma cidade, o Espanyol reforçou-se no Estádio da Luz: Facundo Ferreyra (emprestado por ano e meio) e Alfa Semedo (apenas por meio ano) chegaram à Ciutat Comtal e ajudaram o clube encarnado a arrumar a casa. De saída do Benfica está também o avançado chileno Nicolás Castillo, que assinou pelo América do México numa transferência a título definitivo que deverá render aos encarnados cerca de sete milhões de euros.

Não saindo de Portugal, o líder FC Porto reforçou-se com Mamadou Loum, médio que atuava no Moreirense por empréstimo do SC Braga, mas que vai agora cumprir a segunda metade da época no Dragão, também por empréstimo.

Já o Sporting CP apostou no futuro com as contratações do jovem extremo esquerdo equatoriano Gonzalo Plata (ex-Club Social y Deportivo Independiente), de apenas 18 anos, e do médio brasileiro Matheus Nunes (ex-Estoril), de apenas 20. Em sentido inverso, contudo, perdeu o defesa-central Tiago Djaló, uma das mais promissoras pérolas da Academia de Alcochete, que se transferiu para o Milão.

Por falar em promessas, o dia foi também propício a movimentações de jogadores a quem já foi augurado grande futuro, mas que, com o passar do tempo, viram a auréola à sua volta desaparecer. O novo-Modric-que-nunca-foi Alen Halilovic foi emprestado pelo Milão ao Standard de Liège, Lazar Markovic seguiu para o Fulham por empréstimo do Liverpool e o extremo espanhol Isaac Cuenca chegou ao Japão para atuar com Fernando Torres no Sagan Tosu.

No que toca a surpresas, a chegada Almirón ao Newcastle não deixa de surpreender. Cerca de 24 milhões de euros foram suficientes para o Atlanta United, vencedor da passada edição da MLS, deixar sair a sua pérola paraguaia. Falando do campeonato de soccer americano, a verdade é que também ninguém pode dizer que estava à espera que Giovinco, pequeno génio italiano que passou as últimas quatro temporadas a ser o melhor jogador do campeonato (142 jogos e 83 golos pelo Toronto FC), assinasse pelo Al-Hilal, de onde dias antes tinha saído Jorge Jesus (que até já teve uma ”proposta de um clube português”). Nem tão pouco se esperava que Kagawa, criativo japonês que já passou pelo Manchester United, fosse emprestado pelo Borussia Dortmund ao Besiktas de Ricardo Quaresma depois de ter feito apenas cinco jogos pelo clube alemão na primeira metade da época.

Contudo, aquela que para os mais nostálgicos terá sido a melhor história deste último dia tem uma altura superior a dois metros. Com 38 anos acabados de fazer, o gigante inglês Peter Crouch, recordista de golos de cabeça na Premier League, está de regresso ao principal escalão do futebol inglês para representar o Burnley e para provavelmente voltar a festejar golos de forma “robótica” naquela que para muitos é considerada uma das mais apaixonantes ligas desportivas do mundo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.