A instituição considerou, na informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que o “desempenho da atividade está em linha com as expetativas, apresentando pelo quinto trimestre resultados positivos”.

No primeiro trimestre deste ano, a margem financeira totalizou 133,5 milhões de euros (-8,4% vs primeiro trimestre de 2021), “refletindo a estabilidade nas linhas do negócio bancário (empresas e particulares), e o efeito das emissões de dívida sénior em 2021 e das taxas de juro negativas nas aplicações do mercado monetário”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.