De acordo com um comunicado, os bilhetes já adquiridos para o concerto que deveria realizar-se no próximo dia 19 de abril, na Altice Arena, mantêm-se válidos para a nova data, e já se encontram à venda em everythingisnew.pt.

O cancelamento da digressão europeia do músico australiano foi anunciada a 19 março, no âmbito das restrições sanitárias para o combate à epidemia da covid-19.

"Uma pergunta muito difícil a que os The Bad Seeds têm de responder diz respeito aos nossos planos de digressão deste ano. Com grande deceção e tristeza tomámos a decisão de adiar a digressão do Reino Unido, Europa e Israel, o que me parece, pelo que vejo, a única decisão responsável. Lamento imenso. Mais detalhes serão publicados em www.nickcave.com, assim que o novo plano for estabelecido", escreveu, na altura, o músico, no 'site' red hand files, onde responde a questões dos fãs.

Receba estas sugestões no seu e-mail

"Acho Que Vais Gostar Disto" é uma rubrica do SAPO24 que lhe sugere o que ver, ler e ouvir.

Se quer receber estas sugestões confortavelmente no seu e-mail, basta subscrever a rubrica em formato newsletter através deste link.

A digressão europeia de Nick Cave com os The Bad Seeds, de promoção do álbum "Ghosten", editado no ano passado, deveria começar em 19 de abril, na Altice Arena, em Lisboa.

"Não queremos cancelar espetáculos, mas adiá-los por um tempo, que esperamos que seja breve", referia, na mesma altura, a promotora Everything is New.

Depois de Lisboa, Nick Cave & The Bad Seeds deveriam atuar em cidades como Toulouse, Madrid, Barcelona, Amesterdão, Antuérpia, Londres, Copenhaga, Viena, Budapeste, entre muitas outras, antes de terminar a digressão na capital israelita de Telavive.

No próximo ano, a digressão de Nick Cave tem início em Birmingham, Reino Unido, em 13 de abril, prosseguindo depois por Londres e outras cidades inglesas e da Irlanda, antes de chegar a Paris, no dia 29 de abril, de onde partirá para cidades de Alemanha, Dinamarca, Suécia, Áustria, Itália, Espanha e Suíça, até terminar no dia 07 de junho de 2021, em Telaviv, Israel, de acordo com o 'site' do músico.

"Ghosteen" é o 17.º álbum de estúdio de Nick Cave com os Bad Seeds.

O filme de lançamento do disco, disponível nas plataformas digitais, foi produzido pelo Hingston Studio, e contou com o designer português Tiago Higgs, na equipa de realização. Dirigido por Tom Hingston, o filme tem animação e efeitos visuais de Yusuke Murakami, Markus Lehtonen, Aislinn Clifford e Amanda Tooke, além de Tiago Higgs.

As mais recentes atuações de Nick Cave, em Portugal, foram com The Bad Seeds, no festival Primavera Sound, no Porto, em 2013 e em 2018.

No verão de 2011, apresentou-se no festival Alive, com o projeto Grinderman.

Em abril de 2008, também com os Bad Seeds, atuou nos coliseus de Lisboa e do Porto, em vésperas do lançamento do álbum "Dig, Lazarus, Dig".

Até hoje, foram estes dois coliseus que mais vezes receberam o músico australiano, em Portugal.

Nick Cave and The Bad Seeds atuaram nas duas salas em 1992, onde regressaram dois anos mais tarde, em 1994, quando Lisboa era Capital Europeia da Cultura.

Em 2004, Nick Cave voltou à capital portuguesa, para dois concertos em nome próprio, sem os Bad Seeds, mas com canções de "Nocturama", que esgotaram o grande auditório do Centro Cultural de Belém.

Em 2005, Nick Cave esteve no Festival Paredes de Coura, com a sua banda de sempre.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.