Se navega pelas redes sociais já deve ter dado pela expressão "cancelem X". O termo, que vem do conceito 'cancel culture' (cultura do cancelamento, em português) popularizou-se nos últimos anos, sobretudo no Twitter. Resumidamente, e caindo no erro de poder ser redutora, passa por pedir que alguém ou alguma coisa seja cancelado, ou seja, é mais ou menos pedir o seu boicote.

No final de 2019, a publicação 'Vox' publicou um extenso artigo que se demora sobre a evolução do fenómeno e analisa algumas das personalidades que suas foram "vítimas" — sublinhem-se estas as aspas.

Um dos casos mais recentes, e que talvez seja mais familiar do público nacional, foi o pedido de 'cancelamento' da Netflix, depois de a plataforma brasileira ter estreado um controverso especial de Natal da Porta dos Fundos.

Ora, é caso para dizer cancelem o Covid-19 antes que ele cancele mais eventos — sendo que um dos que poderá estar em causa são os Jogos Olímpicos, que este ano se realizam em Tóquio, assim como o Europeu de Futebol, que este ano acontece em várias cidades europeias. Para já, todas as decisões finais estão adiadas.

Mas no desporto há já vários acasos a assinalar. A abertura do Mundial de MotoGP, prevista para o Qatar, foi cancelada, assim como o Grande Prémio de motociclismo da Tailândia, marcado para 22 de março. Já o Campeonato do Mundo de Ténis de Mesa por equipas, agendado para este mês na cidade sul-coreana de Busan, foi adiado para junho.

Também várias feiras internacionais já foram canceladas ou adiadas. Na Suíça, o Salão Automóvel de Genebra, que deveria começar hoje, dia 3 de março, foi cancelado. Assim como o Mobile World Congress (MWC), salão mundial das comunicações móveis de Barcelona, grande evento deste setor que decorreria entre 24 e 27 de fevereiro, ou a Feira Mundial de Turismo de Paris, marcada para os dias 12 a 15 de março, e que esperava mais de 100 mil visitantes.

Quem também mudou fez mudanças foi o Facebook. A empresa anunciou a anulação da sua conferência anual de programadores, prevista para o início de maio. “É uma decisão muito difícil de tomar, porque a 8.ª conferência F8 é um acontecimento incrivelmente importante para a Facebook (…), mas a prioridade é a saúde dos nossos parceiros e empregados”, segundo um comunicado da empresa de rede social.

Na cultura, até agora, é a literatura o setor mais afetado a nível europeu. A Feira do Livro de Leipzig, prevista para aquela cidade alemã entre os dias 12 e 15 de março foi cancelada. O evento — que vai ter Portugal como país convidado em 2021 — sucede-se ao anúncio do cancelamento do Salão do Livro de Paris, que se realizaria de 20 a 23 de março, e do adiamento da Feira do Livro Infantil de Bolonha.

Algumas instituições também já tomaram medidas. O Parlamento Europeu decidiu limitar o acesso de visitantes às instalações da assembleia e cancelar eventos não indispensáveis à atividade legislativa e parlamentar como medida preventiva.

Em Portugal, para já, apenas os campeonatos internacionais de Portugal de badminton, que deveriam ser disputados entre quinta-feira e domingo, nas Caldas da Rainha, foram cancelados. Para além disso, a administração do SISAB, salão de alimentação e bebidas, que ia decorrer este mês, cancelou a vinda de participantes da China e do norte da Itália para que não exista “o mínimo risco” de contágio.

Ainda por por cá; a Liga Portuguesa de Futebol Profissional já definiu “os procedimentos a adotar em caso de agravamento da situação em Portugal”. Estes procedimentos podem passar por jogos à porta fechada ou adiamento de jornadas.

O surto de Covid-19, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou mais de 3.100 mortos e infetou mais de 90.300 pessoas em cerca de 70 países e territórios, incluindo duas em Portugal.

Se suspeitar estar infetado ou tiver sintomas — que incluem febre, dores no corpo e cansaço — deve contactar a linha SNS24 através do número 808 24 24 24 para ser direcionado pelos profissionais de saúde. Não se dirija aos serviços de urgência, pede a Direção-geral de Saúde.

Mas se não podemos cancelar o Covid-19, não deixemos que ele cancele a nossa vida. Prevenção e informação são a receita. Recomendo a consulta de alguns links úteis:

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.