O Dia Mundial da Internet teve direito a sol, céu limpo e a banhos. Nem que mais não fosse porque a temperatura fazia lembrar o verão e devido ao confinamento a saúde mental pedia uma escapadinha. Da praia de Matosinhos à da Quarteira, e pelo meio na de Carcavelos, os portugueses foram matar saudades do areal. A época balnear só arranca oficialmente a 6 de junho, mas com dias soalheiros assim não é de espantar que a costa veja de novo alguns sinais de normalidade — com o devido distanciamento social, claro. Marcelo Rebelo de Sousa já fez a promessa: às 00h00 daquele dia estará de calções para dar um mergulho.

Porém, a verdade é que não dá para ignorar esta coisa da Internet. Portanto, há que dispensar um bocadinho de tempo e falar sobre ela. Nem que seja para recordar memórias felizes de um passado. Por isso, em jeito de celebração, comprámos bilhete para uma viagem no tempo, que se fez à boleia da questão: "Qual é a primeira memória que tens da Internet?". As respostas começam com o dial-up e seguem por entre jogos, motores de busca e (os primórdios dos) chats. Isto é, tempo de recordar o mIRC, o Miniclip, Napster, o Altavista e outros tais.

Todavia, hoje não é só o Dia Mundial da Internet, também é o Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e a Transfobia e o Dia das Letras Galegas. E o nosso cronista Marco Neves relembra este último com um cenário fictício de uma verdadeira catástrofe linguística: o de que o português é ainda a língua mais falada no país, mas há outro idioma a invadir as conversas. Intrigado? Leia a história aqui.

Covid-19. Portugal entra amanhã na segunda fase de desconfinamento — o que quer dizer que alguns restaurantes, cafés, creches e escolas vão voltar a abrir. E, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), o medo natural de regressar ao novo normal não nos deve paralisar. "O medo não nos deve paralisar, mas sim tornar mais atentos e vigilantes na nossa missão coletiva", defendeu o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, no dia em que o boletim epidemiológico das últimas 24 horas dá conta de que o país regista mais 15 óbitos, 226 casos de infeção e um novo recorde de 814 recuperações.

Presidenciais de 2021. Estão na lista de preocupações do Presidente da República, mas não no topo. Quem o conta é o próprio: "Os portugueses neste momento têm grandes preocupações, e a última preocupação é saber como é que é a campanha eleitoral", explica Marcelo Rebelo de Sousa. Por isso, "estão em décimo".

O chefe de Estado esteve hoje na Ericeira e onde voltou a estar com os portugueses: primeiro no mercado municipal, onde fez as suas compras, e depois na rua, onde até onde houve direito a um brinde com cerveja, embora de máscara e sem dar beijinhos nem abraços. Veja as imagens e leia a reportagem.

Festa do Avante. Muito se falado sobre a festa do PCP, mas não se espere que o tema fique gasto nos próximos tempos. Jerónimo de Sousa disse à tarde que "aquilo que garantimos é que faremos a festa se estiverem reunidas as condições para o fazer - disso não abdicamos". O que contrasta um pouco com aquilo que Marcelo Rebelo de Sousa disse da parte da manhã: "Não me parece que o vírus mude de acordo com a natureza das iniciativas". Ainda faltam quatro meses até à data marcada para a festa. A ver os que os próximos tempos reservam.

José Cutileiro. O antigo diplomata faleceu este domingo em Bruxelas. Tinha 85 anos. Cronista, antropólogo e escritor, José Cutileiro foi um dos negociadores da adesão de Portugal à União da Europa Ocidental (UEO) e integrou a equipa de coordenação da Conferência de Paz para a Jugoslávia, em 1992, entre outros cargos ao longo da sua carreira.

Acho Que Vais Gostar Disto. Nesta edição da rubrica do SAPO24 que lhe sugere o que ver, ler e ouvir  há espaço para uma história de polícias e ladrões, uma série documental sobre justiça feita através dos media e um programa da manhã apresentado pela Jennifer Aniston. O Miguel Magalhães conta-lhe tudo sobre este cruzamento de vidas.

É Desta Que Leio Isto. O primeiro encontro já aconteceu e falou-se do livro "O Velho Que Lia Romances de Amor", de Luís Sepúlveda, bem como das diferentes interpretações que os participantes retiraram da obra. Poderá recordar a conversa com o editor de toda a obra do escritor chileno em Portugal aqui.

De resto, se só agora tomou conhecimento da iniciativa ou simplesmente não teve oportunidade de participar — ou se participou, gostou e quer voltar —, há novo encontro marcado no dia 28 de maio, às 18h30, com o livro "1984", de George Orwell. Para isso, basta preencher este formulário e inscrever-se.

Conversas de Roupão com Samuel Úria. Capicua foi a convidada da última sexta-feira da rubrica do cantautor de Tondela. A conversa foi animada e poderá recordá-la aqui. Há kimonos, robes turcos e ainda a "terapia de grupo" de "Como é Que o Bicho Mexe".

Sugestão para fechar a semana

  • A série "The Eddy" da Netflix. A história segue um dono de um bar de Jazz (Andre Holland) no centro de Paris e mostra as fragilidades económicos de ter um negócio deste condão — e de uma certa bagagem emocional. O criador é Jack Thorne (adaptou para televisão "His Dark Materials" da HBO) e os dois primeiros episódios foram realizados por Damien Chazelle ("Whiplash" e "La La Land").

Sem mais, o meu nome é Abílio dos Reis e hoje o dia foi mais ou menos assim.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.