Em comunicado, o município acrescenta que aquela gratuitidade se insere no âmbito da implementação do Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos (PART).

A medida contempla um universo de mais de 1800 alunos, numa despesa estimada de 310 mil euros.

Ainda no âmbito do transporte escolar, no ano letivo 2019/2020 haverá uma comparticipação de 50% dos passes de alunos do ensino básico e secundário que residam a uma distância inferior a 3 quilómetros do estabelecimento de ensino, num custo previsto superior a 192 mil euros.

Uma terceira ação, também dirigida a crianças e jovens até aos 18 anos, visa a comparticipação em 50% dos passes para o mês de agosto, período de férias escolares e atualmente não abrangido pelo passe escolar, por forma a garantir a mobilidade e promover a sua capacidade de deslocação em transporte público, no concelho de Guimarães.

Por último, a autarquia propõe-se comparticipar o passe da Linha Cidade (TUG) aos assinantes do passe da CP – Comboios de Portugal, com Guimarães como origem ou destino.

Nesse pressuposto o Município de Guimarães comparticipará em 7 euros o valor do passe da Linha Cidade.

O intuito desta última medida é promover o uso do transporte público, designadamente do modo ferroviário e a sua intermodalidade com o transporte em autocarro.

A implementação destas quatro ações implicará uma despesa total estimada de 546 mil euros, sendo 532 mil financiados pelo Fundo Ambiental e o restante pelo Município de Guimarães.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.