Operação "Fora de Jogo". Na noite de ontem, coube à conferência de Jorge Silas o estatuto de tema na ordem do dia em matéria desportiva — situação surreal, se tivermos em conta que nenhum clube envolvido (SC Braga e Sporting CP) se pronunciou sobre as negociações relativamente à sua saída e à entrada de Rúben Amorim, tendo sido o próprio treinador a revelar em plena conferência de imprensa o seu destino e sucessor. No entanto, o acordar matutino dos portugueses nesta quarta-feira veio ao estilo Vodka Red Bull numa discoteca durante uma noitada: a Autoridade Tributária esteve a efetuar buscas às SAD (Sociedades Anónimas Desportivas) dos três grandes do futebol — SL Benfica, FC Porto e Sporting CP — e aos escritórios do Super Agente, Jorge Mendes. Não deu asas a ninguém, mas fez mexer muita perna no local e dedo nas redações.

Porque quase que não deu para bocejar, sentir cansaço, saudades dos lençóis — nem fazer pirraça a ninguém por esses grupos de WhatsApp fora, ou não estivesse meio campeonato envolvido. Ao todo, é um processo que envolve quase 300 pessoas (entre magistrados, Ministério Público e militares da Unidade da Ação Fiscal da GNR) em "76 buscas a diversos clubes de futebol, respetivas sociedades e dirigentes, escritórios de advogados e agentes intermediários." De acordo com a revista Sábado, esta operação chegou também aos escritórios do SC Braga, Vitória de Guimarães, Marítimo, Estoril, Portimonense e outros clubes. O que se traduz por: as investigações começaram hoje, mas os próximos tempos prometem revelar alguns contornos das negociações de milhões da nossa I Liga.

Troca de cadeiras. Mas, ainda que este mega-operação seja o tema do dia, a troca de cadeiras no SC Braga e Sporting CP não é menos importante. E é por isso que vale a pena recordar o episódio de há quase 20 anos, quando Luís Duque não arriscou no jovem José Mourinho. Será que foi por isso que Frederico Varandas dispôs-se a tudo (ou a muito) para não perder a possibilidade de agarrar um jovem talento? Já Custódio, que treinava os juvenis do clube minhoto, vai assumir agora o lugar deixado vago por Rúben Amorim.

Copa dos Libertadores. Em 2020, a competição não serve só para prestar atenção aos rubro-negros do Mengão. É claro que a equipa de Jorge Jesus é o nome mais sonante — afinal, o Flamengo é o atual campeão em título —, mas agora há que acrescentar o do Peixe. Nem que seja que porque o Santos, de Jesualdo Ferreira, se estreou com um triunfo (2-1) frente ao Defensa y Justicia (cabe a curiosidade que a formação argentina é comandada pelo antigo internacional das Pampas Hernán Crespo).

Na saúde. Até à hora de publicação deste artigo, são agora seis o número de casos confirmados confirmados como tendo sido infetados com o Covid-19 em Portugal. Segundo a informação prestada pela DGS, trata-se de uma mulher que está internada na região de Lisboa.

Durante a tarde, o primeiro-ministro António Costa anunciou a criação de uma linha de crédito de 100 milhões de euros a empresas — para apoiar a tesouraria de entidades que poderão ser afetadas pelo impacto económico do surto do novo coronavírus —, mas alertou que "o pior vírus é mesmo o do alarme social".

Já a DECO informou que abriu uma linha telefónica sobre direitos dos viajantes: e esta pretende oferecer aos consumidores esclarecimento jurídico (e não sobre saúde) aos que queiram esclarecer dúvidas acerca de viagens agendadas e de eventuais cancelamentos.

EUA e a Super Terça-feira. A mega-jornada eleitoral para eleger mais de um terço dos 3.979 delegados que vão escolher o candidato democrata nas eleições presidenciais de 3 de novembro nos EUA resultou numa corrida a dois. O vice-presidente de Barack Obama, Joe Biden, conseguiu vitórias em nove estados — o que ajudou a revitalizar a sua campanha — e colocou-se à frente de Bernie Sanders na corrida pela nomeação democrata. No entanto, convém dizer que Sanders sacou um importante trunfo: conquistou o "grande prémio" da noite ao vencer na Califórnia. Prémio esse que foi maior do que os 500 milhões de dólares gastos em campanhas pelo bilionário Mike Bloomberg — que desistiu da sua candidatura nas primárias democratas para as eleições presidenciais nos EUA e endossou o seu apoio a Biden.

Operação Marquês. Um "embuste". É assim que Sócrates descreveu a acusação de que é alvo na Operação Marquês. "Estive aqui duas horas e tal e depois o Ministério Público fez aquelas perguntas”, explicou o ex-primeiro-ministro aos jornalistas no Campus de Justiça, em Lisboa, após ter sido novamente interrogado esta tarde. E por aquelas "perguntas", José Sócrates fala de quando o juiz Ivo Rosa quis saber se tinha passado as férias da Páscoa de 2006 hospedado no hotel Pine Cliffs. Bom, é melhor ler a sua resposta aqui.

Igualdade. A Bolt (antiga Taxify) está a oferecer 16.3% de desconto às mulheres portuguesas. E o valor em causa não é ao acaso: a plataforma eletrónica de transporte quer dar aquele valor específico para compensar a diferença na remuneração entre homens e mulheres no país. A plataforma admite que "um desconto de 16,3% não vai resolver o problema, mas chamar a atenção para o problema é um bom ponto de partida".

Por fim, como não podia deixar de ser, já que é quarta-feira, deixo umas sugestões cinematográficas das estreias de amanhã nas salas portuguesas:

  • Ação/Filme Espalhafatoso: Bloodshot, dos produtores de Velocidade Furiosa, com Vin Diesel no principal papel. Com um exército de nanotecnologia nas suas veias, Ray é uma força imparável - mais forte do que nunca e capaz de se curar instantaneamente. Mas, ao controlar o seu corpo, a empresa controla também a sua mente e as suas memórias. Agora, Ray não sabe o que é real e o que não é, mas está decidido a descobrir a verdade. Está-se a ver o estilo, não?
  • Thriller: À Espreita do Mal. "Numa cidade perfeita com famílias perfeitas, Justin Whitter, de 10 anos, desapareceu." E o filme aconteceu. Tem Helen Hunt no elenco e é do realizador de iBoy, da Netflix. Para quem gosta do género.
  • Em português: Mosquito, de João Nuno Pinto. Cenário passado em Moçambique durante a I Guerra Mundial.
  • Amado pela crítica: Retrato de Uma Rapariga em Chamas. O filme Céline Sciamma foi esquecido pelos Óscares, mas ganhou um Globo de Ouro (Melhor Filme em Língua Estrangeira) e esteve nomeado nos BAFTA.

Sem mais, o meu nome é Abílio dos Reis e hoje o dia foi mais ou menos assim.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.