O Conselho de Ministros desta quinta-feira trouxe as aguardadas novidades: Portugal chegou à terceira (e última) fase de desconfinamento, prevista já desde julho se a população aderisse à vacinação — o que aconteceu. Assim, António Costa veio divulgar as novas medidas, que entrarão em vigor a partir de dia 1 de outubro.

Assim, isto é tudo o que tem de saber daqui para a frente:

O que torna possível a terceira fase de desconfinamento? 

O bom ritmo da vacinação contra a covid-19 possibilidade este novo passo. "De acordo com as previsões da task force, ao longo da próxima semana é previsível que alcancemos a taxa de vacinação que tínhamos fixado como objetivo de 85% da população portuguesa vacinada", adiantou António Costa.

Posso ir a um bar ou discoteca? 

Sim, a partir de 1 outubro — mas apenas se tiver certificado digital ou se apresentar um teste negativo. De recordar, também, que deixam de existir limitações na totalidade dos horários.

O certificado digital é necessário em que outras situações? 

É necessário apresentar o certificado (ou teste negativo) para realizar viagens marítimas e aéreas, em visitas a lares e estabelecimentos de saúde. O mesmo é verificado para acesso a grandes eventos culturais, desportivos ou corporativos.

Em que situações deixa de ser utilizado?

Sim. Em outubro já não vai ser preciso mostrar o certificado digital em restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local. Também não é necessário para realizar aulas de grupo nos ginásios.

Vou juntar amigos/família num restaurante. Há limites para o grupo?

Já não. Além disso, verifica-se também o fim do limite de lotação no comércio, casamentos e batizados e espetáculos culturais.

E quanto à venda álcool?

Mais uma novidade: também já não há limites horários.

Tenho de continuar a usar máscara em que situações?

A utilização continua a ser obrigatória em transportes públicos, lares, hospitais, salas de espetáculo e eventos, grandes superfícies e locais interiores de permanência prolongada. Por outro lado, deixa de ser obrigatória nos recreios das escolas e no comércio local.

Trabalho numa empresa com mais de 150 pessoas. Vou continuar a fazer testes?

Não. O Governo anunciou hoje a eliminação da testagem nestes locais de trabalho.

Mantém-se o teletrabalho?

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho.

Todas estas mudanças significam que voltámos à vida pré-covid? 

Nem por isso. António Costa lembrou que a pandemia ainda não acabou — embora já esteja mais controlada devido ao avanço da vacinação.

Que riscos traz o inverno?

Com o frio vem um "elevado risco de infeções respiratórias que se traduzirão num maior número de doenças, como a gripe, mas também num maior risco de contração de covid-19".

E vai haver uma terceira dose da vacina? 

António Costa revelou que a vacinação da gripe, que começa na próxima segunda-feira, vai ter prioridade sobre a eventual administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 e que os centros de vacinação se irão manter. De recordar, contudo, que esta terceira dose já vai ser administrada "a um conjunto de pessoas que têm comorbilidades".

No fim de contas, as regras básicas mantém-se? 

Sim. É fundamental continuar a usar máscara sempre que obrigatório ou necessário, desinfetar as mãos e manter o distanciamento. Afinal, é preciso "continuar a assumir que temos um dever individual de combater esta pandemia".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.